Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estúpido Aluga-se

A estupidez é o nosso melhor produto, por isso para exportação é favor contactar o Estúpido. https://www.facebook.com/ricardo.santos.5095

Estúpido Aluga-se

Filhos de um Deus menor.

Esta última jornada da (des)Liga teve a curiosidade de colocar de cabeça de fora os ditos “honestos da bola”, curiosamente são os mesmos onzeneiros que semana a semana são empurrados pela APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) para a liderança partilhada com o Sport Lisboa e Benfica, aliás, desde a derrota no Dragão que a frequência dos protestos iguala a das ajudas, e este é que é o dilema.
O Benfica ao igualar o fêcêpê deu a possibilidade aos cartilheiros de riscas verticais e horizontais a certificação para uma coluna vertebral gelatinosa, e é sempre agradável ver aos pulhas das tvs a gordura em vez de massa cinzenta no recheio da caixa craniana. 
Continuem a coaxar fábulas, é esse o meu desejo para as jornadas que faltam.

Limpar o futebol é possível, mas era necessário TOMATES.

O futebol do campeão europeu em título está cada vez mais parecido com a Camorra, independentemente da cor clubística, o boémio Charles Baudelaire escreveu num dos seus poemas uma palavra muito interessante “Spleen” Walter Benjamin descreve-a como o sentimento que corresponde à catástrofe em permanência, e isto é a Liga Portuguesa de Futebol na actualidade.
Limpar o futebol português é de facto possível, mas como o título deste post afirma “é necessário tomates”, a única forma de repor a credibilidade é relegando para a Liga Ledman os três grandes do futebol  nacional, Sport Lisboa e Benfica, Futebol Clube do Porto e Sporting Clube de Portugal e afastando as suas respectivas presidências, com este acto os sanguessugas e parasitas que ladeiam os clubes e SADs começam a fugir que nem ratos.
O futebol português vive num constante caleidoscópio, quando se roda o tubo, os cristais transformam a desordem numa nova ordem desordenada, e isto é a síntese da Federação Portuguesa de Futebol, Liga e Justiça em geral.
Com a descida dos três principais clubes e com a subida à primeira liga apenas a ser possível para dois deles, estavam reunidas as condições para uma segunda liga entusiasmante e uma primeira liga a respirar mais honestidade.
É óbvio que isto iria trazer danos monetários aos clubes, liga e por consequência à Federação Portuguesa de Futebol, e essa é a razão da falta de tomates…dinheiro.
Temos ainda que falar da força que a comunicação social detém em todas as estruturas da sociedade tendo no futebol a sua principal força, basta perceber que a bola faz mais de metade das noticias e manchetes e com elas share, desta forma continuamos numa de “there is no alternative”.
A solução que aqui elaboro é mera semântica, razão pelo qual a maioria dos adeptos não a aceitaria, porque a honestidade tem um preço, e nem todos têm capacidade para assumir a sua quando a causa é o nosso clube do coração.

Estúpido Aluga-se no Blog Ninho das Águias

Capturar.JPG

 

Os Kalkitos políticos, que ceifam vidas.

Não tenho palavras para descrever o que podem estar a sentir as familias enlutadas neste momento, apenas posso dar a minha solidariedade.
Por culpa dos vários equus asinus que se sentam alternadamente nas cadeiras do poder, vamos tendo uma política de morte, que usam as pessoas e os seus dramas como kalkitos.
Vejo muitas figuras do aparelho de estado enlutados de falsos moralismos e oposição mascarada na pouca vergonha da acusação vã, esses sim são de facto os criminosos.
Se algum do dinheiro que foi gasto em resgates bancários fosse aplicado em protecção e prevencção do território ou mesmo na aquisição de meios aéreos de combate aos incêndios ou na formação de bombeiros profissionais, o nosso esforço económico não tinha sido em vão.
Desde 1978 nunca vi nenhum governo abdicar do IVA em recolha de bens e mantimentos, têm na dita protecção civil uma mama de meia dúzia de chulecos e nos municípios, incompetentes que apenas adornam planos que datam de 1991.
Enfim, lamento o estado que nos trata como kalkitos.

Capturar.JPG