Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estúpido Aluga-se

A estupidez é o nosso melhor produto, por isso para exportação é favor contactar o Estúpido. https://www.facebook.com/ricardo.santos.5095

Estúpido Aluga-se

Vai-se a ver, e ainda somos nós os culpados

O Benfica actual (com Lage) é a prova que a nossa Academia devia ser o alimento base do clube e não apenas uma fábrica de jogadores em série com preço base de 15 milhões de euros.
Os miúdos que hoje dão cartas no clube e além fronteiras, são os mesmos que na mão de um tal Messias de nome Jesus tinham de "nascer 10 vezes" para conseguir um lugar no 11 do manto sagrado.
Hoje lia um portista no twitter a dizer algo como e passo a citar:
“acredito que o Benfica é actualmente dos piores clubes para um jovem talento jogar na equipa A. São tão desproporcionalmente bajulados que metem os putos sobre brasas.”.
Somos dos piores clubes para jovens talentos, isto dito por alguém que viu no último jogo para a Liga Portuguesa contra o Tondela o FC.Porto começar com nenhum jogador formado no clube e que acabou com apenas o jovem (23 anos) André Pereira, não deixa de ser relevante quando o Sport Lisboa e Benfica começou com três jovens abaixo dos 21 anos e terminou o jogo com Rúben Dias (21 anos), Florentino Luís (19), Jota (19) e João Félix (19) em campo. 
Este tipo de portistas gostam de seguir o estilo truculento de Pinto da Costa, Conceições e J.Marques que é uma forma, pensam eles, de se afirmar num estilo corrente do Contumil.
Na ausência de ideias, multiplicam-se declarações provocatórias e passa-se das declarações aos actos, como a do doping, que afinal foi rapidamente colocada de parte com a chegada de um jogador de azul e branco que teve uma recuperação quase milagrosa, daquelas dignas de avaliação católica para posterior canonização.
Marx um dia escreveu que “um homem com fome não reconhece a forma abstracta do pão”,  com a bola é igual.
Espero sinceramente que a política de integrar jogadores vindos da formação seja para manter e não para vender, ou seja, vender sim mas com a maturação certa.

Estúpido Aluga-se para o Ninho das Águias

Capturar.PNG

 

Ninho das Águias

Eis um novo projecto onde estarei com mais 10 malucos pelo Benfica.
https://ninhodasaguias.eu/2018/05/21/a-minha-seleccao-nacional-e-o-sport-lisboa-e-benfica/
Pode parecer estranha esta minha observação pouco patriota, mas a verdade é que apesar de desejar o melhor à nossa selecção não vibro com ela.
O mundial de futebol na Rússia está aí à porta e faço questão de fazer este artigo no dia em que a Federação Internacional de Futebol (FIFA) iguala os anos do Sport Lisboa e Benfica.
Muitos benfiquistas têm a selecção como um segundo amor, mas a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) tem o mesmo sentimento para connosco, o primeiro jogo oficial da equipa das quinas ocorreu a 18 de Dezembro de 1921, a estreia da mesma num campo (estádio) do Sport Lisboa e Benfica só ocorreu em 1971 (17 anos depois da inauguração do Estádio da Luz), o Benfica desde a estreia da Selecção Nacional teve a Quinta de Marrocos, Amoreiras, Campo Grande e Estádio da Luz para receber os jogos da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), sendo que a mítica catedral foi inaugurada em 1954 e o primeiro jogo da Selecção das Quinas apenas ocorreu em 1971.
Mesmo ignorando a ausência até 1954, é curioso perceber que durante a década mais vitoriosa a nível europeu e na qual o Sport Lisboa e Benfica foi a par do Real de Madrid o clube mais importante da Europa (tendo atingido nesse período cinco presenças em finais em oito anos na Taça dos Clubes Campeões Europeus), foram 17 anos de ausência numa altura em que muitos gostam de recordar como sendo o período do antigo regime (o tal que era dominado pelo Benfica) mas que tinha nas estruturas governativas e federativas os mais altos elementos do estado novo que vestiam de azul/verde e branco.
A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) foi reconhecida na Europa através do Sport Lisboa e Benfica e não vice-versa, estamos a falar de uma federação que acolhia campeões e bi-campeões europeus e que jogava exclusivamente nos estádios do Futebol Clube do Porto, Sporting Clube de Portugal e Clube de Futebol “Os Beleneneses” e obviamente o Estádio Nacional (pertença do Estado), era este o reconhecimento que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) nos dava em troca.
Quando olho para os portugueses que colocam nos carros como símbolo de identificação nacional o logo da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) até fico com os “azeites”, se forem do meu clube então nem percebo, Portugal é a sua bandeira e não um logo de uma entidade que nunca ou quase nunca respeitou o Sport Lisboa e Benfica, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) se goza hoje de reconhecimento internacional deve-o ao clube que nas décadas de 60/70 carregou o nome de Portugal pelo Mundo.
Hoje o Estádio da Luz vive na sombra de um amuleto para a Selecção Nacional, mas a história foi feita para ser contada e nunca esquecida, assim como os seus intervenientes, relembrar que jogadores como, Germano, Coluna, José Augusto, Fernando Cruz, Costa Pereira, José Águas, entre outros nunca jogaram com a camisola das quinas no seu estádio, e que Jaime Graça (1 jogo), Simões (2 jogos) e Eusébio (3 jogos) foram os únicos a fazê-lo sendo que o Rei Eusébio nunca marcou no Estádio da Luz com as cores da Selecção Nacional.
Por isso lamento se não celebro os golos da nossa Selecção Nacional com a mesma intensidade como os do Manto Sagrado, mas o meu ADN é do Sport Lisboa e Benfica.
Boa sorte para o Mundial.
Estúpido Aluga-se

slb3.3.jpg