Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estúpido Aluga-se

A estupidez é o nosso melhor produto, por isso para exportação é favor contactar o Estúpido. https://www.facebook.com/ricardo.santos.5095

Estúpido Aluga-se

Vista para o contentor.

Desde 2015 que uma senhora tem 24h sobre 24h uma viatura pesada estacionada de forma abusiva em frente à janela da sua casa, o dono da mercearia alegadamente arrancou a placa de cargas e descargas e desde então ali tem estacionado e servido do espaço como armazém pessoal.
A viatura em questão devido à sua dimensão tapa não só a vista como a exposição solar, esta situação já foi reportada à PSP de Alverca do Ribatejo que se diz refém da Junta de Freguesia de Alverca e Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, o anterior executivo PS apesar das várias participações tanto no Alverca Praça Virtual como directamente nada fez e a actual presidência CDU apesar de alertada parece continuar o papel inerte da gestão anterior.

Capturar.JPG

 Sinal que estava em 2015 até à sua remoção para uso abusivo.

Capturar.JPG

O camião apenas sai do local umas horas para se abastecer e o dono do espaço comercial coloca a sua viatura pessoal a ocupar o espaço até ao seu retorno.

Capturar.JPG

A senhora apenas pretende que as autoridades coloquem o sinal abusivamente removido e que actue em conformidade.

Fotos.Alverca Praça Virtual

O ABC das subvenções públicas de 2017 da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

A Escola de Toureio José Falcão recebeu 76.720,00 € para apoio ao funcionamento da escola de toureiro, apoio financeiro extraordinário na promoção do concelho e do seu património cultural em Portugal e no estrangeiro, apoio no âmbito da promoção e dinamização da cultura tauromáquica e utilização do pavilhão multiusos.

Por outras palavras recebeu milhares de € para formar e educar (escola) na arte de maltratar animais, comparando esta maravilhosa promoção com o dinheiro recebido por quem realmente faz algo digno pela sociedade a diferença é esta:

AIPNE-ASSOCIAÇÃO PARA A INTEGRAÇÃO DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS-12.716,21€.
ARIPSI - Associação de Reformados e Idosos da Póvoa de Santa Iria-15.060,00€
ASSAF - Associação Solidariedade Social de Apoio à Família
-23.551,50€
Associação Bem Estar Infantil da Freguesia de Vialonga
-53.404€
Associação Bem Estar Infantil Freguesia de Vila Franca de Xira-69.003,92€
Associação de Assistência e de Beneficência da Misericórdia de Alverca-22.754,50€
Associação de Moradores Alverquense-10.577,00€
Associação do Hospital Civil e Misericórdia de Alhandra-19.255,60€
Associação dos amigos dos animais de Vila Franca Xira-7.485,60€
Associação Popular de Apoio à Criança-46.026,50€
Associação Projecto Jovem-14.880,00€
Associação Promoção Social de Alhandra-10.730,00€
Casa de São Pedro de Alverca-19.515,00€
CASA DO POVO DE ARCENA-21.892,57€
Casa do Povo de Vialonga-30.049,90€
CASBA - Centro de Apoio Social do Bom Sucesso e Arcena-26.675,00€
CEBI - Fundação para o Desenvolvimento Comunitário de Alverca-62.255,00€
CEGADA - GRUPO DE TEATRO-36.125,22€
CERCITEJO - Cooperativa para a Educação, Reabilitação e Inserção de Cidadãos Inadaptados, C.R.L-18.070,00€
Clube Recreativo de Subserra-16.475,00€
Clube Recreativo dos Cotovios-29.103,32€
Comissão Unitária Reformados, Pensionistas e Idosos da Freguesia de Alhandra-12.839,46€
Cooperativa de Habitação Economica de Alverca - Chasa,CRL-12.426,06€
GREMIO DRAMATICO POVOENSE-30.646,28€
IAC - Instituto de Apoio à Comunidade-56.948,26€
INESTETICA - ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE NOVAS IDEIAS-30.600,00€
Liga dos Amigos do Hospital de Vila Franca de Xira-11.243,66€
Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca de Xira-22.145,54€
Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense-64.733,71€

De fora desta lista ficaram associações desportivas,escolas e projectos agrícolas, mas saliento ainda o apoio à temporada tauromáquica 2017 efectuado a PAULO PESSOA DE CARVALHO UNIPESSOAL, LDA e CASA DOS FORCADOS AMADORES DE VILA FRANCA DE XIRA no valor de 26.000,00€ o que perfaz um total tauromáquico de 102.720,00€.
Foto.CMVFX
#QuandoAcabarAmamaDoEstadoAcabamAsTouradas

Capturar.JPG

 

A morte como moeda de troca de empregabilidade.

Foi em 2014 que o terceiro maior surto mundial de legionella atingiu a região de Vila Franca de Xira, hoje foi constituída arguida a GE detentora do foco de contágio ADP(Adubos de Portugal).
Na lei Portuguesa a presunção de inocência é um dado adquirido até à prova de culpabilidade por parte da empresa, mas a verdade é que os focos foram provados serem da empresa acima citada.
Não é o debate jurídico que me preocupa mas sim a hecatombe de disparates apregoados pelos defensores da ADP (na sua maioria funcionários e seus familiares) que de uma forma distorcida querem comparar o despedimento ou saída do grupo do País como forma atenuante para o crime ambiental prepetado.
De facto a GE detentora da ADP já fez essa ameaça de forma dissimulada, mas o que temos de compreender é que as mortes não têm valor de troca, nenhuma vida vale um posto de trabalho, isto para não falar dos quase quatrocentos infectados que terão para sempre uma marca na sua saúde.
Podemos debater as variantes e atenuantes do surto, desde águas paradas entre outras situações onde a bactéria se instala e propaga, mas a verdade é que o surto foi factualmente detectado na ADP, e isso é algo incontornável.
As duas torres novas(reabilitadas) são a prova que a GE e as autoridades não fizeram a sua parte no cumprimento dos regulamentos ambientais impostos pela União Europeia.
Por isso tenham mas é vergonha na cara, quando lamentam o luto, mas defendem a inocência da ADP.

Capturar.JPG